Anvisa determina recolhimento de lote de Lexotan; laboratório se pronuncia

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL

  • Zanone Fraissat/Folha Imagem/Folhapress

    Medicamentos ; farmácia

    Medicamentos ; farmácia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de um lote do medicamento Lexotan, do laboratório Roche, nesta quarta-feira (19). A fabricante afirma que ela mesma avisou a agência sobre problemas no lote.

A Anvisa colocou o lote do Lexota (bromazepam) na classe 3 de risco à saúde. É a "situação na qual existe baixa probabilidade de que o uso ou exposição a um medicamento possa causar consequências adversas à saúde", explicou a agência, via comunicado.

A Roche, afirma, via comunicado, que "considera que o caso não apresenta risco aos pacientes, uma vez que o ocorrido não impacta na segurança e eficácia do lote".

A fabricante afirma ainda que foi a responsável por avisar à agência sobre a alteração. "Queda na dissolução, parâmetro que determina o tempo de absorção do medicamento pelo organismo", explica a nota. A agência confirma que se baseou na nota da empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos