Alerta de tempo seco: saiba como evitar efeitos da baixa umidade no corpo

Fernando Cymbaluk

Do UOL, em São Paulo

  • Alan Marques/Folhapress

Excesso de catarro, sensação de areia nos olhos, garganta seca, pele coçando e dor de cabeça. Esses efeitos podem ser causados pelo tempo seco. Os moradores de Brasília e de Belo Horizonte sofrem com 20% de umidade relativa ao ar. Em Cuiabá, a situação é ainda pior: 15%, segundo o Inmet.

Todo o Estado de Goiás, o Distrito Federal, parte de Mato Grosso, o norte de Mato Grosso do Sul, o sul de Tocantins e o oeste de Minas Gerais estão em alerta máxima pela baixa umidade relativa do ar. Com taxas que variam entre 12% e 20%, índice considerado de risco à saúde. A Organização Mundial da Saúde estabelece o nível acima de 60% de umidade como o de bem-estar para as pessoas. 

"Esse tempo faz com que partículas fiquem mais tempo no ar", explica Alexandre Kawassaki, pneumologista do Hospital 9 de Julho. Isso vale para as partículas de poluição e para a poeira doméstica --que contém muitos ácaros. Com a menor umidade do ambiente, as secreções produzidas pelo corpo não dão conta de manter a hidratação necessária.

Os efeitos do ar seco no corpo serão mais severos conforme a pessoa. "Depende da sensibilidade de cada um, mas as pessoas podem ficar com os olhos, a boca e o nariz mais secos", diz Kawassaki. "Quem possui fragilidade na mucosa pode ter sangramento nasal", completa o médico.

Thinkstock
Umidificar o ambiente pode ajudar a aliviar sintomas respiratórios do tempo seco

Quem possui doenças crônicas, como asma, rinite e sinusite, sofre com crises mais frequentes: mais coriza, dificuldade respiratória e até mesmo dores de cabeça, causadas pelo agravamento da sinusite. 

Contra o tempo seco, a estratégia é hidratar o corpo e umidificar o ambiente. Beber líquidos, lavar o nariz e os olhos com soro fisiológico e utilizar umidificadores de ambiente ajudam a prevenir e aliviar os sintomas de problemas respiratórios

Bacias de água e toalhas molhadas espalhadas pelo ambiente podem ser usadas por quem não possui um umidificador.

Getty Images
O tempo seco pode intensificar os sintomas de dermatites e alergias da pele

E a pele?

Outro problema é o efeito do tempo seco sobre a pele, que fica mais seca e pode sofrer com dermatites, como descamação, vermelhidão e coceira.

A falta de hidratação da pele pode ocasionar rachaduras e feridas. "Costas e rosto possuem mais glândulas sebáceas e sofrem menos. As regiões que não produzem secreção sebácea, como braço e perna, chegam a descamar", explica a dermatologista Caroline Semerdjian.

As pessoas que naturalmente possuem a pele mais seca, como idosos, crianças e mulheres que estão no período pós-menopausa precisam de mais cuidados.

Para a pele seca, óleos e hidratantes podem garantir a hidratação. Para quem possui a pela seca, a dermatologista recomenda passar óleo de amêndoa com a pele úmida, o que possibilita absorção maior. 

"Uma pessoa idosa pode passar óleo de amêndoa no rosto. Já um jovem pode ficar com óleo demais, o que causa espinha. No caso dos hidratantes, quem tem pele mais seca e mais grossa pode usar um mais espesso. Quem tem pele mais oleosa deve usar os mais fluidos e leves, que melhoram o ressecamento mas não deixam pele melecada", explica.

Também é importante evitar banho muito quente e muito longo, uso de bucha (que remove o pouco de oleosidade e secreção que a pele produz), e sabonete antibacteriano.

Para lavar o corpo, o mais indicado são os sabonetes neutros (como o glicerinado) ou infantis. 

Getty Images
Quem possui a pele seca deve manter a hidratação com o auxílio de hidratantes

Exercício físico tem hora

É importante também evitar a prática de atividades físicas ao ar livre entre as 10h e as 17h , quando o trânsito de veículos é maior e a poluição do ar, mais elevada. 

"Quem toma remédio de uso contínuo deve manter a medicação e procurar um médico se precisar", diz Kawassaki. A inalação é indicada para casos de asma e bronquite mais agudos. Existem colírios especiais para quem tem olhos secos, que podem ser indicados por um oftalmologista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos