PUBLICIDADE
Topo

Reino Unido confirma dois primeiros casos de coronavírus

Do UOL, em São Paulo

31/01/2020 06h55

O Reino Unido confirmou hoje os dois primeiros casos do novo coronavírus em seu território. As pessoas contaminadas fazem parte da mesma família e estão recebendo atendimento especializado, informou Chris Whitty, chefe do departamento de saúde do país.

"Podemos confirmar que dois pacientes na Inglaterra, que são membros da mesma família, testaram positivo para coronavírus. Os pacientes estão recebendo atendimento especializado do NHS (Serviço Nacional de Saúde), e estamos usando procedimentos de controle de infecção testados e comprovados para impedir a disseminação do vírus", disse.

Ainda segundo Chris Whitty, o Serviço Nacional de Saúde está preparado para lidar com estes e futuros casos que surgirem no país e já trabalha para identificar os contatos dos pacientes infectados.

"O NHS é extremamente bem preparado e acostumado a gerenciar infecções e já estamos trabalhando rapidamente para identificar os contatos que os pacientes mantiveram, para evitar uma maior disseminação. Estamos nos preparando para casos britânicos de novos coronavírus e temos medidas robustas de controle de infecções para responder imediatamente", disse.

"Continuamos a trabalhar em estreita colaboração com a Organização Mundial da Saúde e a comunidade internacional à medida que o surto na China se desenvolve para garantir que estamos prontos para todas as eventualidades", completou.

O Reino Unido não informou a localização dos pacientes. Nesta semana, o Governo fretou um avião para retirar cidadãos do país de Wuhan, epicentro da doença na China.

Após uma reunião em Genebra ontem, a OMS declarou emergência internacional pela epidemia, depois de fortes críticas pela demora da organização em alertar sobre a gravidade do cenário.

De acordo com as autoridades chinesas, a epidemia já deixou 213 mortos, com quase 10 mil casos confirmados de contaminação e 102 mil pessoas em observação.

Além da China e Reino Unido, há casos confirmados também em Hong Kong, em Macau, em Taiwan, na Tailândia, nos Estados Unidos, na Austrália, no Japão, na Malásia, em Cingapura, na França, na Coreia do Sul, no Vietnã, no Canadá, na Alemanha e Nepal.

O Brasil investiga nove casos suspeitos. Até agora, nenhum caso da doença foi confirmado no país.

Saúde