PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Médica se cura de covid-19, e garota faz festa ao rever a mãe após 14 dias

Jéssica Nascimento

Colaboração para o UOL, em Brasília

11/04/2020 13h52

A médica Natália Kairala, 27, ainda chora quando revê o vídeo que emocionou a web: após 14 dias isolada por ter contraído o novo coronavírus, ela reapareceu, saudável e curada, de surpresa para Maria Eduarda, 5, sua filha.

"A Maria Eduarda não sabia que eu ia aparecer. Quando cheguei, ela parecia não acreditar. Foi mágico, emocionante", diz Natália ao UOL sobre o vídeo do último domingo (5) que ganhou as redes na última semana.

Ela é médica do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) e acredita ter sido infectada durante um dos plantões. Em 22 de março, ela relata que começou sentir os sintomas da covid-19: dores musculares, calafrios e perda de olfato. Ela não teve febre — queixa comum entre os pacientes.

Mesmo sem a confirmação do diagnóstico, ela resolveu se isolar para não ter o risco de infectar a família. O resultado veio dois dias depois: o teste deu positivo para a Covid-19.

"Foi um dos momentos mais angustiantes da minha vida, só pensava na minha filha. É muito difícil ficar isolado. A todo tempo eu ficava ansiosa: será que passei o vírus para ela?

Maria Eduarda, que não apresentou nenhum sintoma e não precisou fazer exames, ficou sob os cuidados dos avós paternos. Falava com Natália apenas pelo telefone e fazia contagem regressiva para o reencontro.

"Ela comemorou quando faltavam apenas quatro dias. A emoção tomou conta quando fiz o teste novamente e deu negativo, após a quarentena. Combinei com a avó o reencontro", relata.

O vídeo mostra Maria Eduarda correndo para os braços da mãe. A menina beija, abraça e depois entrega um pedaço de bolo de chocolate para Natália. Tudo foi registrado pela avó.

"Quando ela me viu gritou: mamãe. Ela em abraça forte, olhava pra mim como se estivesse pensando: será que é verdade? Ficar sem ela com certeza foi a coisa mais difícil que fiz na minha vida", conta.

Coronavírus