PUBLICIDADE
Topo

Covid-19: 100.000 testes ainda estão sem resultado no Brasil, diz Saúde

Empresas contratam testes de covid-19 para saber quais funcionários já têm imunidade ao coronavírus -  Lucas Ninno/Getty Images
Empresas contratam testes de covid-19 para saber quais funcionários já têm imunidade ao coronavírus Imagem: Lucas Ninno/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/05/2020 18h58

O secretário de Vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, confirmou hoje em coletiva de imprensa no Palácio da Alvorada que há ao menos 100 mil testes ainda com análises pendentes no Brasil, e que não é possível saber quantos destes deram positivo para o coronavírus.

"É verdade que ainda não temos dados de todos os laboratórios privados. Os da rede Sabin, de Brasília, estão alimentando a base nacional. Mas isso não acontece com todos, e nós sabemos que pelo menos as grandes redes têm mais de 100 mil exames que não entraram no sistema e quantos são positivos", disse o secretário, que reiterou na entrevista que "isso é responsabilidade da Instituição e não do Ministério".

Wanderson declarou também que ter anticorpos não significa, necessariamente, que o paciente está imune ao coronavírus.

"O fato de apresentar anticorpos, ou seja, desenvolver anticorpos contra uma doença, não significa que eu tenho imunidade. Um exemplo é o HIV. Não são todas as doenças que desenvolvem anticorpos e imunidade", disse.

"Não temos clareza [sobre o coronavírus], não temos a informação sobre a imunidade. Mas podemos afirmar que grande parte das pessoas onde houve o surto, como em Wuhan e outras cidades da China e Itália, não teve novos surtos", salientou.

Coronavírus