PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Mourão diz que Ministério da Saúde errou ao omitir dados da covid-19

Ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, em Brasília - Reprodução
Ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, em Brasília Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

15/06/2020 19h21

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), admitiu hoje que o Ministério da Saúde errou ao ocultar dados completos sobre a pandemia do coronavírus no Brasil.

A pasta divulgou os dados oficiais na no início de junho sem o total de casos confirmados e óbitos. A medida foi criticada por parlamentares, juristas e cientistas. As estatísticas completas voltaram a ser reveladas apenas após ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

"Ali foi uma questão que não foi bem organizada, porque tínhamos um sistema de transmissão de dados e o novo sistema, que eu considero mais efetivo para analisar a curva epidemiológica de forma correta. Acho que isso deveria ter sido explicado, para evitar mal-entendido, como a sensação de que o governo queria esconder dados. Para substituir um sistema por outro, o outro tinha que estar pronto. Foi um erro."

Na última sexta-feira (12), a Saúde divulgou a plataforma com mais detalhes sobre o impacto da doença no Brasil.

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, já declarou que o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) "buscou números reais" sobre os casos e óbitos em decorrência da covid-19 e "nunca mudou dados".

"Os números nunca serão mudados. Estávamos buscando o número verdadeiro para evitar a subnotificação e não buscar a hipernotificação", afirmou o interino durante reunião do Conselho Ministerial hoje, em Brasília.

Saúde