PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Em queda, índice de ocupação de UTIs no estado de SP chega a 60,2%

Índice era de 66% na sexta-feira; letalidade também caiu nos últimos dias - Amanda Perobelli
Índice era de 66% na sexta-feira; letalidade também caiu nos últimos dias Imagem: Amanda Perobelli

Do UOL, em São Paulo*

05/08/2020 13h47

O estado de São Paulo divulgou hoje quedas no índice de ocupação de leitos de UTI e na taxa de letalidade do coronavírus nos últimos dias.

Segundo Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional de São Paulo, os leitos de UTI tem ocupação média de 60,2% nas cidades paulistas. A ocupação era de 62% anteontem, contra 66% da última sexta-feira.

A queda na letalidade da covid-19 é menor, mas também foi comemorara: 4,2% na segunda-feira, para 4,1% hoje.

"Essa queda vem acontecendo de maneira significativa", comemorou Vinholi - que, no entanto, adotou um discurso de precaução diante dos números.

"É fundamentalmente um momento de cautela e de união de esforços para que a gente possa seguir com essa melhora de índices", acrescentou.

9.676 novos casos em 24 horas

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, informou que o estado registrou até o momento 585.265 casos confirmados da covid-19 e 24.109 óbitos pela doença. Entre ontem e hoje, foram registrados 9.676 novos casos, um aumento de 1,7% em 24h, e 407 mortes, crescimento de 1,7%. O número de fatalidades é o mais alto registrado em um dia desde o dia 20 de julho.

Segundo Gorinchteyn, o índice de ocupação dos leitos de UTI é de 58,7% na região metropolitana da capital. De acordo com o coordenador executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, João Gabbardo, a epidemia está sob controle na capital e em municípios arredor.

Respiradores

Marco Vinholi ainda anunciou a distribuição de mais 101 respiradores para 13 regiões do estado, totalizando 3.477 respiradores já distribuídos nas cidades paulistas desde o início da pandemia.

Desta vez, hospitais das regiões de Araçatuba, Baixada Santista, Bauru, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Marília, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Grande São Paulo foram beneficiados.

* Com informações da Agência Estado

Coronavírus