PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Hemocentro de Maceió tem baixo estoque de sangue por falta de doadores

Hemocentro de Maceió tem baixo estoque de sangue por falta de doadores - Divulgação/Hemoal
Hemocentro de Maceió tem baixo estoque de sangue por falta de doadores Imagem: Divulgação/Hemoal

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Recife

17/09/2020 20h10

O Hemoal de Maceió (Hemocentro de Alagoas) está com estoque de sangue dos tipos A negativo e O negativo zerado desde a manhã de hoje devido à falta de doadores. Segundo a instituição, a pandemia do novo coronavírus, causador da covid-19, vem reduzindo o número de voluntários para doar sangue.

O problema está refletindo na recuperação de pacientes no HGE (Hospital Geral do Estado). O exemplo disso é uma paciente de 79 anos que aguarda, desde a última segunda-feira (14), uma transfusão de sangue tipo A- ou O- para se recuperar de uma anemia grave, detectada após procedimento cirúrgico.

A aposentada Maria José Cardoso Menezes, 79, está internada no HGE depois de apresentar quadro de insuficiência vascular e necessitar de uma angioplastia para desobstruir três artérias. O procedimento foi realizado na sexta-feira (11), mas, de acordo com familiares, o estado de saúde dela vem se agravando por necessitar de transfusão sanguínea desde a última segunda-feira. Ela tem o sangue tipo A negativo, mas poderá receber também sangue O negativo, que é o doador universal.

A família dela vem realizando campanha nas redes sociais para sensibilizar voluntários a irem ao Hemoal doar sangue do tipo A negativo ou O negativo.

"Ela estava prestes a ter alta e, na segunda-feira, o médico detectou que ela estava com anemia. O hospital solicitou que a família conseguisse doadores porque o tipo sanguíneo dela é A negativo e ela só conseguirá receber alta depois tomar pelo menos duas bolsas de sangue", relataram os familiares de Maria José, em entrevista ao UOL.

Hoje, o estoque do banco de sangue zerou os tipos A negativo e O negativo depois que duas bolsas de A negativo e três de O negativo foram encaminhadas ao HGE. Mas, apesar de o sangue ter sido encaminhado ao HGE, a paciente continuava sem receber a transfusão até as 18h.

O Hospital Geral do Estado informou, em nota enviada ao UOL, que desde o último dia 2, quando a paciente deu entrada no hospital, a equipe multidisciplinar "tem se esforçado para estabilizar a saúde da assistida e já realizou o procedimento cirúrgico que ela necessitava."

"Entretanto, devido a uma grave anemia, a equipe multidisciplinar da unidade hospitalar detectou que a paciente necessitava de transfusão sanguínea para complementar o tratamento clínico", explicou o HGE, prometendo que Maria José deverá receber uma transfusão de sangue "nas próximas horas, uma vez que, na tarde desta quinta-feira, o Hemocentro de Alagoas conseguiu atender à solicitação feita anteriormente pelo HGE e enviou uma bolsa de sangue do tipo A negativo para a paciente", informou.

Falta de doadores

Hemoal (Hemocentro de Alagoas) está com estoque de sangue baixo por falta de doadores - Divulgação/Hemoal - Divulgação/Hemoal
Hemoal (Hemocentro de Alagoas) está com estoque de sangue baixo por falta de doadores
Imagem: Divulgação/Hemoal

O isolamento social indicado durante a pandemia do novo coronavírus afastou doadores de sangue, segundo o Hemoal. O hemocentro acredita também que voluntários estão evitando ir ao local receosos de se infectarem com o vírus, mas a instituição esclarece que protocolos de segurança estão sendo adotados para evitar o contágio do novo coronavírus.

Os doadores são avaliados pela equipe médica e os que apresentam sintomas de doenças são dispensados. Além disso, há distribuição de álcool em gel em locais estratégicos do hemocentro, e as pessoas que não tiverem usando máscaras faciais e forem doar sangue recebem máscara para evitar a infecção.

O Hemoal Maceió tem capacidade de receber 100 doadores por dia. Antes da pandemia o número de voluntários variava entre 50 e 70 pessoas por dia. Atualmente, o número de doadores baixou para a média diária de 30 e 50 pessoas.

"O estoque só está com 45,3% do ideal, uma vez que deveria dispor de no mínimo 300 bolsas de sangue, mas, só possui 136 - menos da metade do mínimo necessário - e não há sangue O negativo nem A negativo", informou o Hemoal.

Tanto o Hemoal, quanto o HGE pedem a população que se voluntarie para doação sanguínea para suprir a carência do banco de sangue. "Apelamos à sociedade para que se conscientize sobre a importância da doação voluntária de sangue para suprir as carências assistenciais dos hospitais públicos e privados, uma vez que, apesar de ser um remédio eficiente, o sangue não se fabricado artificialmente e uma única doação pode salvar até quatro vidas", destaca o HGE.

Quem pode doar sangue

Para se candidatar à doação de sangue é necessário ter no mínimo 16 anos de idade, peso igual ou superior a 50 quilos e portar um documento de identificação oficial e original com foto. Menores de 18 anos podem doar sangue, mas devem estar acompanhado dos pais e portando um documento de identificação oficial e original dos responsáveis.

Os voluntários que foram infectados pelo novo coronavírus só poderão doar sangue após o período de 30 dias, contados após a recuperação. "Àqueles que tiveram apenas contato com pessoas infectadas, caso não tenham apresentado sintomas da covid-19 nos últimos 14 dias, também podem doar sangue", informou o Hemoal.

O Hemoal explica que, conforme portaria expedida pelo Ministério da Saúde, as pessoas que contraíram hepatite após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas, ficam impedidas de doar sangue. Já no caso das gestantes e lactantes, é proibida a doação neste período. No caso de doares repetirem o ato, os homens devem respeitar um intervalo de dois meses e as mulheres ficam impossibilitadas durante três meses.

O Hemoal Maceió funciona de segunda a sexta, das 7h às 18h e, aos sábados, das 8h às 17h, e fica localizado na rua douto Jorge de Lima, no bairro Trapiche, próximo ao HGE. O telefone do Hemoal Maceió é (82) 3315 2109. Já o Hemoal Arapiraca atende de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. O endereço é rua desportista Ernesto Alves Siqueira, número 49, centro, e o telefone é (82) 3521-4934.

O voluntário poderá agendar por telefone a doação de sangue. Caso se forme um grupo de dez pessoas voluntárias do mesmo local para doar sangue, o Hemoal dispõe de uma van para buscar e levar os doadores.

Saúde