PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Prefeito de Curitiba prorroga restrições e diz que 'lockdown funciona'

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), prorrogou o lockdown na cidade - Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo
O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), prorrogou o lockdown na cidade Imagem: Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

28/03/2021 13h07

O prefeito Curitiba, Rafael Greca (DEM), disse hoje que prorrogou as restrições na cidade devido aos bons resultados do lockdown. A cidade ficará na fase vermelha até o dia 5 de abril, ou seja, depois da Páscoa, permitindo apenas que os serviços essenciais funcionem.

"A taxa de ocupação de UTIs ainda beira os 100%, então não me senti confortável em flexibilizar a abertura da cidade para as festas da Páscoa", disse Greca em entrevista à CNN Brasil.

Segundo ele, "a taxa de retransmissão era de 1.41 antes da bandeira vermelha, ontem era 0,89, hoje deve estar menor e na Páscoa estará menor ainda. Mas enquanto não tivermos conforto com relação à pressão no sistema de saúde eu não abro a cidade. O lockdown funciona".

Ele afirmou ainda que "os casos diários eram 1.213 quando as restrições começaram, e hoje estão perto de 800".

A prorrogação das restrições foi anunciada na sexta-feira (26). As aulas presenciais continuam suspensas na capital. Na rede municipal, os alunos participam de aulas online. Com relação aos serviços, foi liberado o atendimento do comércio de rua por delivery e drive-thru, de segunda a sábado.

Shoppings, galerias e centros comerciais podem funcionar apenas na modalidade delivery. Parques ficarão abertos para a prática de atividades individuais ao ar livre, desde que os frequentadores usem máscaras.

Saúde