PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
8 meses

Camilo prorroga isolamento rígido contra covid no Ceará até 12 de abril

Governador do Ceará, Camilo Santana (PT)  - 09.out.2018 - Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress
Governador do Ceará, Camilo Santana (PT) Imagem: 09.out.2018 - Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

04/04/2021 21h41

O governador de Ceará, Camilo Santana (PT), prorrogou o decreto de isolamento social rígido no estado até o dia 12 de abril para tentar conter o avanço da pandemia.

Previsto para acabar manhã (5), o decreto estabelece o fechamento de todas as atividades não essenciais, como comércio, atividades culturais e lazer nas praias. De acordo com o o governador, a decisão foi tomada pelo comitê de covid.

"Após reunião com o nosso comitê da saúde, ficou definido que iniciaremos a retomada das atividades não essenciais no próximo dia 12 de abril, portanto, mantendo o atual decreto de Isolamento social rígido nesta semana", publicou Camilo, em seu Twitter.

"O isolamento tem dado resultado, com redução consistente de casos, mas ainda há uma grande pressão assistencial em nossos equipamentos de saúde", declarou o governador.

Como todo o país, o Ceará vive o momento mais tenso da pandemia desde março de 2020. De acordo com o consórcio de imprensa do qual o UOL faz parte, foram 118 mortes por dia no estado em decorrência da doença nos últimos sete dias, um aumento de 60% na variação de 14 dias.

O decreto de isolamento rígido foi inicialmente instituído no dia 13 de março e já teve uma prorrogação.

Ficam fechados:

  • bares, restaurantes e lanchonetes (só delivery)
  • atividades culturais, como, cinemas e teatros
  • academias e centros de ginástica
  • shoppings e centros comerciais
  • estabelecimentos de ensino (só remoto)
  • feiras e exposições
  • atividades na praia
  • festas e eventos que gerem aglomeração

Está permitido:

  • supermercados e mercados
  • farmácias
  • bancos
  • lavanderias
  • padarias
  • lojas de material de construção
  • oficinas e borracharias
  • call centers
  • jogos de futebol profissional

Segundo o decreto, atividades religiosas em templos também estão proibidas, mas uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) neste sábado liberou esta atividade nacionalmente.

Coronavírus