PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Justiça dá 48 horas para que União explique distribuição de vacinas

Maior parte das doses enviadas aos estados é de CoronaVac - Divulgação/Governo de São Paulo
Maior parte das doses enviadas aos estados é de CoronaVac Imagem: Divulgação/Governo de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

07/04/2021 21h02

A Justiça Federal determinou ontem que a União tem até 48 horas para se manifestar sobre os critérios usados para a distribuição de vacinas de covid-19. A decisão é uma resposta ao pedido feito pela Assembleia Legislativa do Mato Grosso, que alega que o estado do Mato Grosso do Sul recebeu mais doses do imunizante.

A Assembleia entrou com uma Ação Civil Pública pedindo esclarecimentos. O pedido da Casa era de que fosse dado o prazo de 72 horas para uma resposta, mas o juiz Ciro de Andrade Arapiraca reduziu o tempo em função da gravidade do assunto.

"Tendo em vista a grave pandemia enfrentada, entendo que o prazo previsto deve ser reduzido", escreveu no despacho.

Segundo dados disponíveis no site do governo federal, o Mato Grosso recebeu um total de 561.210 doses. A mesma plataforma aponta que o Mato Grosso do Sul recebeu 576.510 doses de imunizantes.

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que a população do Mato Grosso do Sul é inferior à do Mato Grosso, por isso a diferença na quantidade de vacinas é questionada.

Saúde