PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Sem saber, deputado do PT participa de filmagem para campanha de vacinação

Deputado Chico Vigilante (PT-DF) foi filmado para campanha do Ministério da Saúde sem saber - Reprodução / YouTube
Deputado Chico Vigilante (PT-DF) foi filmado para campanha do Ministério da Saúde sem saber Imagem: Reprodução / YouTube

Do UOL, em São Paulo

14/04/2021 17h07Atualizada em 14/04/2021 17h13

O deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF) foi filmado recebendo uma dose da vacina contra a covid-19. O que o parlamentar não sabia era que as imagens seriam utilizadas para a campanha oficial de imunização do Ministério da Saúde.

As imagens da propaganda foram divulgadas hoje pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

Em entrevista à rádio CBN, o parlamentar disse que havia autorizado a filmagem, mas que a equipe não informou que seria para uma campanha do governo federal.

"No dia em que fui me vacinar tinha uma equipe filmando, perguntaram se podiam me filmar, eu disse 'tranquilo, tá autorizado'. Só que eu não sabia que era para propaganda oficial", disse o deputado para a CBN.

Ao mesmo tempo, o parlamentar alegou que não vê problema em ter sua imagem divulgada pelo Ministério da Saúde, ainda que não tenha sido feita no momento da filmagem.

"Não tem problema não, eu quero que as pessoas se encorajem a vacinar", esclareceu.

O deputado é um dos apoiadores do ex-presidente Lula e foi imunizado em Ceilândia, maior cidade do Distrito Federal.

Assista ao vídeo da campanha em que o deputado aparece:

Vacinação no Brasil

O Brasil conta com 11,54% da população do país vacinada. O número é referente a um total de 24,4 milhões de pessoas imunizadas contra a covid-19 em território nacional.

Os dados foram levantados pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base em informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde.

Até ontem o país tinha 358.718 óbitos causados pela doença em toda a pandemia. Desse total, 3.687 foram confirmadas em 24 horas.

Coronavírus