PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
4 meses

Rio suspende vacinação de crianças contra a covid-19 por falta doses

Criança é vacinada contra a covid-19  - Getty Images
Criança é vacinada contra a covid-19 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

31/01/2022 19h00Atualizada em 31/01/2022 19h20

A cidade do Rio interrompeu a vacinação de crianças contra a covid-19 por falta de doses. A suspensão vale a partir de amanhã (1º) para o público de 7 anos ou mais, até que o Ministério da Saúde envie mais vacinas.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a imunização segue disponível para os seguintes grupos:

  • 1ª dose: crianças com 12 anos ou mais, e crianças de 5 a 11 anos com deficiência e/ou comorbidades;
  • 2ª dose: de acordo com a data do comprovante de vacinação;
  • Dose de reforço: pessoas com 18 anos ou mais, que tomaram a segunda dose há 4 meses; e
  • Dose adicional: pessoas com 18 anos ou mais que tenham imunossupressão e já receberam três doses no esquema primário

A cidade iniciou a imunização de crianças com postos de saúde cheios no último dia 17 de janeiro. O público de 5 a 11 anos foi incluído no calendário nacional de vacinação contra a covid-19 somente em 5 de janeiro, apesar de ter sido liberada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em 16 de dezembro.

A aplicação de doses infantis já tinha sido suspensa na última segunda-feira (24) por falta de doses. O ritmo foi retomado no dia 26, após o município receber 100 mil doses da vacina CoronaVac, aprovada pela Anvisa para a aplicação em crianças a partir dos 6 anos de idade. Nesse caso, a fórmula e a dosagem pediátricas são as mesmas utilizadas nos adultos.

Coronavírus