Terapias alternativas aliviam desconforto de bebês brasileiros com microcefalia

Em Recife

Daniele Santos queria apenas poder confortar seu filho, Juan Pedro, de três meses de idade, um dos cada vez mais numerosos bebês brasileiros nascidos com má-formação ligada ao vírus da zika, que infectou sua mãe durante a gravidez.

O choro constante e estridente de Juan Pedro, uma das características de crianças nascidas com microcefalia, levou a sua mãe ao desespero.

De acordo com Daniele, o desassossego do menino é tão intenso que levou seu marido a abandonar a família.

O bebê está recebendo um tratamento convencional em um hospital do Recife, em Pernambuco, Estado brasileiro com maior número de casos da doença associada ao vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

Não está provado que a zika, que vem se disseminando rapidamente pelas Américas, causa microcefalia em bebês, mas há indícios crescentes que apontam para uma ligação. A doença é caracterizada por cabeças anormalmente pequenas e pode provocar problemas de desenvolvimento.

A medicina moderna não tem bastado para Daniele e muitas outras mães, e foi em função disso que surgiu um tipo de terapia de grupo maternal chamada "Espaço para ser Mãe", cuja meta é levar alívio a Daniele e outras.

As instrutoras do grupo realizaram dois workshops gratuitos este mês no Recife para as mães, predominantemente pobres, de crianças com problemas de nascença relacionados à zika, ensinando técnicas naturais para apaziguar as crianças.

Entre elas está uma massagem indiana tradicional para bebês conhecida como shantala, o canguru que mantém o bebê bem firme ao peito materno para conforto ao longo do dia e um balde especialmente desenhado para banhos quentes que imita o ventre materno.

Daniele agora recorre à massagem, ao canguru e aos banhos todos os dias.

"O choro dele ficou menos agudo depois das massagens e dos banhos", contou ela, comentando que Juan Pedro está "muito mais calmo".

A terapeuta Rozely Fontoura, que acompanha as mães depois dos workshops, disse que a massagem shantala é especialmente útil, já que produz endorfinas e reduz o cortisol, um hormônio que provoca estresse.

"Os bebês com microcefalia geralmente são muito irritadiços, são sensíveis a estímulos, ficam muito irritados e são difíceis de acalmar", explicou. "Por isso a produção (de endorfinas) e a redução de cortisol ajudam muito."

O Brasil disse ter confirmado mais de 900 casos de microcefalia, e acredita que a maioria deles está relacionada às infecções de zika em gestantes. O país ainda investiga quase 4.300 outros casos suspeitos de microcefalia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos