Coreia do Sul confirma surtos de gripe aviária H5N6 e intensifica quarentena

Jane Chung

Em Seul

  • Jung Yeon-Je/AFP

A Coreia do Sul confirmou os primeiros surtos do vírus de gripe aviária H5N6, que é altamente patogênico, e reagiu intensificando medidas de quarentena, informaram autoridades do Ministério da Agricultura nesta sexta-feira.

Os surtos ocorreram em dois criadouros de aves em partes do centro e do sul do país, depois de o ministério relatar, na semana passada, que a cepa H5N6 do vírus foi encontrada nas fezes de aves migratórias.

Casos de infecção humana do vírus H5N6 já foram relatados em locais como Hong Kong e a China, e nesta última o vírus matou seis pessoas desde abril de 2014, de acordo com dados do ministério sul-coreano.

As descobertas surgem no momento em que casos do vírus H5N6 vêm sendo comunicados em vários países europeus, incluindo a França.

O ministério disse que pouco mais de 62 mil pássaros foram segregados para evitar a disseminação do vírus e que emitiu uma "ordem de controle de movimento" dentro de um raio de 10 quilômetros nos arredores dos criadouros.

Não há indicações de que o vírus se espalhou de forma mais ampla, disse um funcionário da Agricultura.

O último surto de gripe aviária da Coreia do Sul aconteceu em março, quando a cepa H5N8 foi detectada em um criadouro de patos, o que levou ao abate de ao menos 11 mil pássaros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos