OMS pede que países intensifiquem monitoramento de gripe aviária

  • Chiang Ying-ying/AP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um apelo nesta segunda-feira a todos os países para que monitorem de perto surtos de gripe aviária em criações e animais na natureza, e que informem rapidamente sobre quaisquer casos em seres humanos, alertando que "não podemos perder os primeiros sinais".

"Só desde novembro do ano passado cerca de 40 países registraram novos surtos de gripe aviária altamente patogênica em criações e pássaros na natureza. A expansão rápida da distribuição geográfica desses surtos e o número de cepas do vírus atualmente em circulação colocaram a OMS em alerta elevado", disse a chefe da OMS, Margaret Chan, ao conselho da agência da ONU em Genebra.

Na China, houve um "aumento repentino e profundo" de casos em seres humanos do H7N9 desde dezembro, e a OMS não foi capaz de descartar uma disseminação humano-humano em dois casos, apesar de não ter sido detectada disseminação sustentada até o momento, afirmou Chan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos