UOL Tabloide Tabloide
 

29/07/2008 - 20h45

UOL Tablóide Critica: a verdade está lá fora?

Editor do UOL Tablóide Da Redação

Há muitos e muitos anos, um pequeno som ("tu-ru-ru", ou algo assim) indica que a verdade está lá fora: é o "Arquivo X", um dos mais divertidos seriados de ficção científica da TV.

  • Divulgação

    Da esquerda para a direita:
    o Arquivo X em pessoa!


    As tramas, teorias da conspiração, segredos e mentiras me faziam crer que a verdade estava lá fora e em todo lugar: "tu-ru-ru". Quando ouvia uma notícia na TV que me parecia estranha, eu ouvia "tu-ru-ru"; quando algum amigo me falava, empolgadíssimo, de alguma teoria da conspiração que ele "sabia" que era verdade, eu ouvia o "tu-ru-ru"; quando ficava sabendo que um político mais sujo que pau-de-galinheiro era inocentado de algum processo, escutava o "tu-ru-ru" dentro da minha orelha; tudo que era estranho, esquisito ou simplesmente levemente distante da normalidade fazia o "tu-ru-ru" soar nos meus tímpanos. "Tu-ru-ru".

    Aí veio o primeiro filme para o cinema. Agora, está na hora do segundo filme, "Arquivo X - Eu Quero Acreditar". E eu, que queria acreditar, fui ver. "Tu-ru-ru".

    No trailer, havia um padre chorando sangue. Lágrimas de sangue não são exatamente originais (assim como estátuas que choram, rosto de santo no vidro, rosto de não sei quem em miolo de pão etc.), mas o filme prometia: mistério, suspense e, quem sabe, uma possível discussão sobre fé (ou religião). "Tu-ru-ru".

    E o filme... O que dizer do enredo? Nada. Não vou estragar possíveis surpresas. Mas posso criticar. Há pontos altos - a musiquinha, evidentemente ("tu-ru-ru"). Mas me pareceu que havia algo faltando - e não a explicação para o espectador, já que o seriado nunca foi de dar nada de mão beijada. Você tinha as pistas, a musiquinha ("tu-ru-ru") e o resto, que cada espectador se virasse com a sua imaginação (ou falta de, dependendo do espectador).

    Mas aí vem "Eu Quero Acreditar". "Tu-ru-ru". Há algo estranho no ar - e isso não é novidade, em se tratando de Fox Mulder e Dana Scully. Mas algo estranho na condução do enredo. Não parecia "Arquivo X", mas um filme comum de suspense. Comum e chato, aliás. Na sessão em que o Editor do UOL Tablóide estava presente, no shopping Morumbi, no último final de semana, nada menos do que 12 pessoas (sim, 12 pessoas) saíram no meio do filme - fora o casal que conversou durante toda a exibição, mas isso não é culpa do filme. Ninguém tem culpa de que eles eram umas bestas.

    O fato - na verdade, não é um fato, mas minha opinião - é que um seriado instigante e revolucionário como "Arquivo X" é difícil de ser transportado para o cinema. E neste caso, virou um filme de suspense comum. E um filme de suspense comum, comparado a outros ótimos filmes de suspense que entraram em cartaz recentemente, acaba virando, por comparação, um filme de suspense chato.

    Ou será que o chato aqui é o Editor do UOL Tablóide? Tá aí mais um mistério... "Tu-ru-ru"...

    ps - Comente o "UOL Tablóide Critica" no Tablog, o Blog do Editor do UOL Tablóide.

    ps2 - Leia mais "UOL Tablóide Critica":
    - Ice Espaço (ou o dia em que o Editor do UOL Tablóide entrou numa fria)
    - os concursos de miss
    - "Chêt Lúc Nua Dêm" parece Zé do Caixão, mas se passa em "Saigão"
    - o filme erótico estrelado por Leila Lopes
    - "O que Seu Cocô Está Dizendo a Você", o livro que vai mudar a maneira de você olhar para baixo antes de dar a descarga
    - um elogio a 'Pantanal' e ao que a novela fez pelo jacaré
    - a estranha lista de candidatos ao grupo de Sete Maravilhas Naturais do Mundo
    - o novo álbum de Charles Manson
    - clipe de estréia da cantora Scarlett Johansson
    - O Editor experimenta a jaca (arrrrrrgh!)
    - Volta, Atari
    - Homem de Ferro (o personagem, não o filme)
    - 1808, o ano que o Editor não entendeu
    - THC, o canal que faz da guerra um entorpecente
    - "Frio Equador", HQ que inventou o boxe-xadrez, era para ser uma ficção
    - livro de anedotas sobre gaúcho foi escrito por paulista
    - "Sandman - O Mestre dos Sonhos", o filme, tem tudo a ver com 1º de abril
    - com 44 páginas e 21 insultos, a revista "Mad" está de volta

    Tempo

    No Brasil
    No exterior

    Trânsito

    Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host