UOL Tabloide Tabloide
 

26/08/2008 - 19h15

Internauta manda uma lição de melancolia

Editor do UOL Tablóide

Reuters

Pode parecer impossível, mas, nesta escultura de Eduard Kazaryn, muitos camelos passam pela agulha

Pode parecer impossível, mas, nesta escultura de Eduard Kazaryn, muitos camelos passam pela agulha

Talvez o internauta não saiba, mas o UOL Tablóide vive recebendo cartas comovidas. Algumas chegam por e-mail, outras pelo correio, outras por SMS (essas, na verdade, são mais curtinhas).

Vez ou outra, o Editor do UOL Tablóide dá-se ao trabalho de digitar elas todinhas. Quando elas merecem.

Hoje mesmo, chegou uma cartinha à redação. O autor, que pediu para não ser identificado, gostaria que esta seção publicasse uma crítica a determinado comportamento anti-social. O Editor achou que a crítica tava pronta e resolveu transcrevê-la na íntegra:

"Caro Editor do UOL Tablóide,

Gostaria de sugerir que o senhor, um respeitável jornalista de barbas azuis, criticasse essa mania tão brasileira, de só querer aparecer quando está por cima.

Tipo assim: tem atleta de Olimpíada que, antes de ir à China, abria a mala e mostrava tudo o que tinha para a equipe de televisão. Protetor solar, foto da namorada, meia soquete. Até a cueca do cidadão, que ele garantia ser GG (eu, na verdade, duvido).

Daí, o atleta chega a Pequim e não faz bonito. Oquei, ninguém é obrigado a vencer. Também ninguém é obrigado a agüentar repórter incentivando o fracasso alheio, dizendo que o importante é competir, né?

Mas nem isso o moço aceita. Ele não quer falar com ninguém, e brada: 'A imprensa tem de respeitar a privacidade do atleta'.

Mas não é só atleta. Político também é assim. Repara, porque é época de eleição. Quando é chamado para falar o que quer, ele tá lá, todo pimpão. Agora, aparece uma denúncia, e nem precisa ser muito séria, o animal político se esconde.

Vizinho é a mesma coisa; amigo, então, só lembra de você quando está por cima da carne seca ou quando está precisando.

Sabe aquela coisa que dizem, injustamente, do mineiro? Que ele só é solidário no câncer? Então, nem isso.

Desculpe se ando meio rancoroso, mas acredite, Editor, tirando a minha mágoa, é tudo verdade. Talvez eu esteja exagerando, mas não muito."

O Editor do UOL Tablóide acha que deveria contar essa história a um professor de melancolia, que talvez emendasse: "Também eu tenho servido de agulha a muita linha ordinária!"

Comente o UOL Tablóide Critica no Tablog.

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    -0,05
    3,156
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h28

    0,12
    74.536,51
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host