UOL Tabloide Tabloide
 
10/11/2009 - 16h43

Sem conhecer o Editor do UOL Tabloide, francês diz que troglodita é elogio

Do Editor do UOL Tabloide Em São Paulo
  • Agora, ser troglodita é elogio, internauta!

    Agora, ser troglodita é elogio, internauta!

"Troglodita é você!" Calma, internauta, o autor de um recém-lançado livro sobre biologia evolutiva não quis ofendê-lo.

Na verdade, o pesquisador francês Michel Raymond explica na obra "Troglodita é você!" (Paz e Terra, 256 págs, R$ 32) que a comparação pode ser elogiosa. Para ele, o homem das cavernas desenvolveu as características certas para vencer o jogo da evolução - portanto, não foi à toa que o Editor do UOL Tabloide chegou aonde chegou. E isso vale também para você, internauta de sucesso!

Raymond denomina adaptações evolutivas características que os seres adquirem para superar alguma dificuldade. Quando a evolução não dá certo, o bicho ou a espécie é extinto.

Quando dá certo, essa evolução se perpetua pela transmissão dos genes. E, para ele, todo homem de hoje é um troglodita que deu certo no tempo das cavernas.

Em entrevista, Maluf diz: 'Palocci segurou os trogloditas de esquerda do Lula'

Vamos dar um exemplo: um amigo do Editor (sempre a história do amigo!) sofreu crises de rinite toda vez que o gato da namorada dormia no quarto do casal. As coisas se agravaram até que a namorada condoída com o estado do rapaz se desfez do bichano. Ato contínuo, não só o rapaz dormiu tranquilo como virou pai, pois a moça engravidou. Você vai dizer que isso não tem nada a ver com o assunto. É, talvez não tenha mesmo, exceto pelo fato de que, aparentemente, o amigo conseguiu passar seus genes para a frente.

De todo o modo, o Editor de UOL Tabloide fica seguro em usar o exemplo acima pois no livro o autor defende que a organização social e política, como também os relacionamentos afetivos, são condicionados pelas regras do jogo evolutivo. Segundo o autor, por exemplo, a menopausa é uma tentativa da biologia para permitir que as avós tenham tempo para se dedicar aos netos. A tese é quase tão velha quanto a bisavó do Darwin, mas nem por isso está errada.

E você?

O que achou da crítica do livro? Concorda ou não com as ponderações? Tem algo a dizer? Comente lá no Tablog - o blog do Editor do UOL Tabloide

Como a psicologia evolutiva explica tudo, o autor se arrisca também em temas como a homossexualidade. Após uma longa introdução em que, com todo o cuidado, levanta as diversas correntes de pensamentos sobre o tema, Raymond especula se a homossexualidade não teria também como função evitar a dispersão de recursos (financeiros e afetivos) ao diminuir o número de herdeiros das famílias. Assim, sobra mais "dinheiro nos envelopinhos" para os netos que visitam as vovós nas datas comemorativas.

Há ainda um capítulo sobre as diferenças de pensamento entre homens e mulheres. Mas como o próprio autor adverte sobre os riscos de se comentar o tema, o Editor de UOL Tabloide, que apesar de gostar de uma polêmica, não é incauto para entrar nesta discussão secular.

Convido portanto o internauta a ler "Troglodita é você!" e tirar as próprias conclusões.

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h50

    0,06
    3,150
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host