UOL Tabloide Tabloide
 

30/04/2004 - 22h30

"Eu queria ser esquecido!", diz o sempre polêmico Alexandre Frota

Pedro Cirne e Rodrigo Flores

Divulgação

Na verdade, quero que as pessoas me esqueçam!

Na verdade, quero que as pessoas me esqueçam!

Foi um encontro histórico. Sim, na mesma mesa estavam o polêmico Alexandre Frota e o Editor do UOL Tablóide. Mas não foi por isso que foi histórico, e sim pelo emocionado reencontro entre Frotinha e a fruta mais conhecida do Brasil: o sorridente Sílvio Mellon.

Frota é a polêmica em pessoa. Quando ele ouve a pergunta e sorri, é porque lá vem bomba. Mas os brutos também amam, mesmo os que estrelam filmes pornô. E bastou esta figura tão especial, o Sílvio Mellon, participar da entrevista que o nosso Frotinha virou um cavalheiro. OK, eu exagerei: quase um cavalheiro... Bom, decida você mesmo assistindo à entrevista na TV UOL.

Editor do UOL Tablóide - Quando você está gravando o filme pornô, na hora é aquela pressão, câmera ligada, luz acesa, e você tem a obrigação de comparecer. Qual é o maior estímulo para você na hora da performance: as mulheres, o Viagra, o caracu com ovo, a Catuaba Selvagem ou o dinheiro que eles estão depositando na sua conta?

Alexandre Frota -
É o Viagra, linkado ao dinheiro que eles depositam na minha conta. É isso que faz com que a bandeira não desça nunca, entendeu?

Editor do UOL Tablóide - Quer dizer que é isso que deixa qualquer homem ligadão?

Frota -
Não sei, tem neguinho que não fica ligado, nem com Viagra, nem com o dinheiro que dão para ele. Mas eu fico.

Editor do UOL Tablóide - Frota, a gente queria fazer uma surpresa para você, promover um reencontro, de uma pessoa que você não vê a muito tempo.

(Sílvio Mellon entra em cena)

Editor do UOL Tablóide - Você não tem nada para dizer para ele?

Frota -
Foi um momento bom da minha carreira, da minha vida, lá na Casa dos Artistas. Deu repercussão. Foi tão bem feito que até virou brinquedo de criança da Estrela. Foi uma brincadeira que deu certo. Tá aqui ele...

Sílvio Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Depois do Silvio Melon você chegou a se relacionar com alguma outra fruta, verdura ou legume?

Frota -
Ainda não viu, mas eu tenho vontade de, de repente, dar no couro de uma melancia, entendeu? (risos) Mas aí, até tenho chupado umas mexericas também, mas tá tranqüilo. (risos)

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Você vem numa ascensão de polêmica. Começou fazendo a G Magazine, teve todo o imbróglio com a Ninja do Funk, virou ator pornô e agora está na "A Praça É Nossa". Queria saber onde isso vai parar.

Frota -
Em relação à "A Praça É Nossa", o Carlos Alberto de Nóbrega é amigo meu há muitos anos, foi um grande amigo do meu pai também. Quando eu estava fazendo a novela "Marisol", no SBT, ele vivia me convidando para eu fazer "A Praça...". E eu aceitei o convite dele. Lá é um lugar que diverte, tem muita mulher boa, muita mulher... legal, entendeu? A gente só tem que tomar cuidado em quem a gente vai chegar, conversar, porque tem várias que tem compromisso. Mas eu gosto de fazer "A Praça É Nossa", o Carlos Alberto é legal e não custa nada, faço por prazer. Mas como você falou, tem sempre as polêmicas. Fazer a "Praça" também é uma polêmica, porque gera um desconforto nas outras produções da emissora, porque você deixa de participar de outros projetos porque está na "Praça". Um pouquinho de ciúme aqui e ali, mas tá valendo.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Queria que você avaliasse o seu desempenho sobre algumas coisas: você como ator?

Frota -
Dependendo do que for, eu sou bom ou ruim. Tem horas que eu acho que sou bom, em outras que sou ruim. Sou muito preguiçoso para decorar texto, então eu faço as coisas que eu gosto com pessoas que eu gosto, que estou a fim, tanto diretores como atores, atrizes. E poucas pessoas têm a oportunidade no Brasil de escolher, e eu tenho feito isso. Pra mim é mais tranqüilo.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Como ator pornô?

Frota -
Eu acho que tenho mandado bem, até pelo fato de que eu fiz o primeiro filme, o segundo, e o resultado, a recepção do público e da crítica me surpreendeu - eu não esperava que a crítica fosse boa em relação ao filme. E a vendagem toda foi muito bem. Então acredito que eu tenha tido um bom desempenho.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - E como você se avalia como comediante, já que está na "A Praça É Nossa"?

Frota -
Eu não sou um cara de fazer muita comédia, não. Eu prefiro fazer as coisas mais sérias, mais violentas. Mas lá na "Praça" eu acho que tem saído direitinho, senão o Silvio já teria me dispensado de lá há muito tempo.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Como você quer ser lembrado para a posteridade? Quando as pessoas forem pensar em Alexandre Frota daqui a 50 anos, você quer que falem o que?

Frota -
Sinceramente, brother, eu queria que não falassem. Eu passo por tantas coisas e trabalho tanto, trabalho umas 16, 17 horas por dia incansavelmente em uma série de coisas e encontro tempo ainda para fazer uma série de coisas, que eu queria que as pessoas, depois de certo tempo, me deixassem em paz, tranqüilo no meu canto. Essa é a real.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - E você quer que a gente se esqueça a partir de quando exatamente?

Frota -
Você, cara, pode me esquecer a partir de agora. Sair da minha casa, pegar este trânsito todo, só pra vir no prédio do UOL, realmente tem que respeitar bastante a empresa, porque por tua causa eu não viria não. Mas tá valendo. Mas se você quiser me esquecer a partir de agora, é menos um pra me fazer pergunta.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Beleza, ô, Roberto... (risos) Não era pra te esquecer? Esqueci até o seu nome!

Frota -
(risos)

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Frota, eu queria que você comentasse umas celebridades. O que você acha do Silvio Santos?

Frota -
O Silvio Santos... Que que eu posso achar de um cara que começou vendendo pente e tem o patrimônio que ele tem hoje em dia? Só posso achar que é um cara que tem certeza do que faz, que corre atrás e, no mínimo, burro o Silvio Santos não é.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - E o que você acha do Bin Laden?

Frota -
Pô, não sei, nunca estive com ele, brother, nunca tive a oportunidade de trocar idéia com ele. Mas é esperto. Se o Bush com todo aquele aparato militar que ele tem não conseguiu encontrar o cara, realmente esse daí é ninja.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - Mesmo porque trocar idéia com ele ia ser difícil. O que você acha do Caetano Veloso?

Frota -
Sei lá, o que eu posso achar do Caetano Veloso? Acho ele um bom compositor, acho que às vezes as pessoas interpretam as declarações dele de uma forma um pouco preconceituosa, mas é um cara que eu também admiro.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - O que você acha do Diego do Santos?

Frota -
Baixinho... Acho que ele parece que é filho daquele moleque do Br'oz. Acho que ele é filho daquele moleque do Br'oz, entendeu?

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - O que você acha do Supla?

Frota -
Cara, tem horas que eu gosto do Supla... e tem horas que eu acho meio bobo. Bobo no sentido de que ele não precisava ter batido boca com o Datena para defender a mãe dele, que a gente sabe que ninguém está satisfeito com a prefeitura da Marta Suplicy. Vale lembrar um episódio que a Marta Suplicy quando assumiu a prefeitura dela, a primeira coisa que ela tentou fazer foi dar aumento de 50% pro secretariado dela e não foi aprovado pela Câmara. Você vê que essa foi a primeira medida dela. E hoje você vê que São Paulo está um caos todo porque estamos em época de eleição e da noite para o dia ela resolveu fazer todas as obras que ela poderia ter feito durante a gestão dela. O Supla tem que entender que quando alguém da mídia cobra a mãe dele, ele não pode entrar em parafuso. Comprar briga ele até pode, comprou lá, mas não foi legal não.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - E o que você acha do escritor Machado de Assis?
Frota -
Porra, esse eu não sei nem quem é, cumpadi. Não tenho nem idéia de quem o Machado de Assis é. Eu não leio nada e não faço questão de ler, não.

Mellon - (risos)

Editor do UOL Tablóide - E o que você acha do editor do UOL Tablóide?

Frota -
Cara, acho irreverente, ousado, às vezes... abusado! Mas tranqüilo...

Mellon - (risos)


Comente esta entrevista no UOL Tablog, o blog do Editor do UOL Tablóide.

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host