UOL Tabloide Tabloide
 

05/03/2010 - 17h40

Sub da Sub, jurada do Mister Brasil 2010, revela: "a mulherada enlouqueceu, gritou e se descabelou"

Bárbara Paludeti
Do UOL Tabloide
Em São Paulo
"Festa estranha com gente esquisita...", foi com estas palavras de Renato Russo que eu, Sub da Sub, resolvi começar meu relato de como foi ser jurada do Mister Brasil 2010, o concurso que escolheu o homem mais bonito do Brasil e aconteceu nesta quinta-feira (4), em São Paulo.

  • Roberto Setton/UOL

    Mister Ilha dos Lobos, só de bermuda, causou histeria na mulherada presente ao evento. Fala sério, qualquer uma perde a classe com ele!

Pouco acostumada com o mundo do glamour e da beleza (a não ser a beleza da redação e o glamour de trabalhar com o Editor do UOL Tabloide), eu mal conhecia os convidados ilustres que estavam presentes ao evento.

Sabe aquele pessoal que tem cara de gente importante - ou pelo menos sabe fingir muito bem - pois é. Para mim, as figuras mais sublimes da noite eram Christian Pior, Monique Evans, Ana Carolina (ex-BBB), César Giobbi e Marco Antonio de Biaggi (quase fui pedir uma consultoria para as minhas madeixas).

No saguão do hotel em que o evento foi realizado, era preciso passar por algumas recepcionistas, dar seu nome e receber uma pulseira de determinada cor, pelo que eu entendi, a cor variava de acordo com o "grau de importância" do convidado em questão e o lugar que ele ia ocupar na plateia.

Eu, como jurada, era VIP, nem precisei de pulseira!

No coquetel, muito vinho, algumas câmeras, mulheres espalhafatosas, castiçais e pequenos canapés (diga-se de passagem, bem pequenos).

Quando a entrada ao salão foi liberada, lá fui eu dirigir-me ao lugar de jurada, ao lado de mulheres elegantérrimas como Alicinha Cavalcanti, Beth Szafir e Lucília Diniz, não sem antes perceber que um dos organizadores do evento ralhava com as recepcionistas: "meninas, não estou vendo vocês orientarem as pessoas, vamos, vamos, vamos".

Sim, era gente demais e lugar de menos.

Apesar de ser um evento elegante, foram só os belos candidatos desfilarem de bermuda, que a mulherada enlouqueceu, gritou e se descabelou. É sério, nada é tão glamoroso quanto parece! O candidato de Fernando de Noronha tinha até torcida organizada, com direito a bandeira e tudo.

  • Roberto Setton/UOL

    Algumas das juradas fizeram pose com os
    três primeiros belos colocados do concurso. Certeza que tiraram uma casquinha dos rapazes

E lá foi a Sub da Sub escolher nove dos galãs para passarem à final, tarefa nada fácil. Com comentários pertinentes da jurada ao meu lado, que vim a saber era Lilian Gonçalves, filha de Nelson Gonçalves, escolhi, não sem antes notar que o candidato de Ilhabela foi o único a desfilar de sapato marrom com seu terno preto. Ponto para ele, gosto de gente diferente!

Certamente, você já ouviu o ditado, "o peixe morre pela boca", certo? Na final, foi exatamente isso que aconteceu. Eu, Sub da Sub, nunca fui jurada de concurso de beleza, mas acredito que os critérios para um mister vão além da beleza física, vale o conjunto como um todo. No momento de responderem à pergunta das juradas - previamente ensaiada, com certeza - alguns candidatos perderam o meu voto e "morreram pela boca".

Ao escolher meus cinco favoritos, por ordem de importância, levei isso em conta. E até que para o meu primeiro júri de concurso de beleza, não me saí nada mal, acertei os dois primeiros colocados: Ilha dos Lobos e Ilha dos Marinheiros.

De repente, daqui um tempo, posso até virar uma "misteróloga", assim como existem os missólogos, certo Editor do UOL Tabloide?

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host