"Nostradamus portenho" prevê guerra atômica e glória pra Argentina em 2002

Da Redação
Em São Paulo

Nostradamus previa o futuro. Às vezes, dizem, acertava. Nas outras, segundo seus seguidores mais fiéis, ele acertava, os outros é que não compreendiam. Mais do que apenas prever, ele influenciou o futuro: o que surgiu de "Nostradamus cover" depois dele nem mesmo o original foi capaz de prever.

Atenção agora para as previsões para 2002 de Benjamín Solari Parravicini, o "Nostradamus portenho", que nasceu em 1898 e morreu nos anos 70.

Assim disse Parravicini: "em 2002 haverá uma guerra atômica final". Aí você pensa no conflito entre Índia e Paquistão e começa a se preocupar. Mas eis o complemento: "a Argentina quase não sofrerá com a tragédia e dará início ao novo despertar da humanidade". Como???

Isso mesmo: "Na Argentina, o novo homem compreenderá o que nunca percebeu devido a abundância. Novamente a Argentina será a terra da promissão, do despertar da humanidade".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos