Afrodisíaca, carne de cachorro ganha público no Vietnã

Da Redação
Em São Paulo

Os ocidentais torcem o nariz, mas os orientais acham o quitute bom pra cachorro. Com a chegada da Copa do Mundo da Coréia do Sul e do Japão, em junho,aumenta a polêmica mundial sobre o consumo de carne de cachorro, muito comum em alguns países asiáticos. Segundo os locais, o quitute estimula o pessoal na hora do sexo.

No Vietnã, o melhor amigo do homem é servido de bandeja faz milênios. Os locais acham que o hábito, histórico, deve ser preservado. "Quem não provou a carne de cachorro neste mundo, não poderá conhecer esse prazer no outro mundo", reza um dito popular daquele país.

Em Hanói, capital vietnamita, dezenas de restaurantes especializados em carne canina foram abertos nos últimos anos. O prato também está à venda nos mercados.

Tran Muc, dona de um desses restaurantes, diz que o pessoal prefere o picadinho de cachorro frito. O item chega a faltar no cardápio, de tão pedido. Ela diz que mata cem cachorros por dia para preparar seus pratos. A cachorrada é servida com salsa de camarão, verduras e bolinhos de arroz. A moça garante que seu faturamento chega a milhares de dólares.

A carne de cachorro não é cara no Vietnã. O quilo sai por U$ 1,6 (cerca de R$ 3,80). Dá para o bolso da maioria da população, que é ruim de grana.

Segundo a tradição, a carne de cachorro estimula o pessoal para o sexo e também ajuda os empresários a evitar as roubadas. Segundo um funcionário do Departamento de Higiene e Segurança Alimentar local, as autoridades nem pensam em proibir o consumo do produto.

Os ocidentais já haviam chorado contra o consumo de carne canina durante a Olimpíada de Seul, em 1988, mas sem resultado. Agora, por causa da Copa, as entidades de defesa dos animais e a Fifa (Ferderação Internacional de Futebol) pediram que a Coréia proíba o seu consumo, o que fez a população local estrilar forte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos