"Ex" nega ter posto detetive atrás de Liz Hurley

Da Redação
Em São Paulo

O produtor de cinema Steve Bing, suposto pai do filho da atriz inglesa Elizabeth Hurley, está processando o jornal Daily Mail. O jornal havia dito que Bing tinha colocado um detetive particular na cola da bonitona. Ele negou.

O objetivo, segundo o jornal, era descobrir alguns podres na vida da atriz para, depois, jogar lama no ventilador. Liz diz que Bing é, com certeza, o pai de seu filho, que deve nascer em abril, mas ele duvida muito.

Em uma nota, Bing disse que não tem intenção nenhuma de prejudicar a sua ex-namorada e que não contratou detetive nenhum.

Ele havia declarado, no mês passado, que não era o único parceiro sexual da atriz na época em que ela ficou grávida. Mas, se ficasse provado que era mesmo o pai da criança, iria fazer tudo conforme o figurino.

Na época, o tablóide inglês Mirror chamou Bing de "cafajeste" e publicou o número de seu telefone, sugerindo que os leitores ligassem para ele para soltar os cachorros. Bing processou o jornal.

O produtor, neto de um magnata dos imóveis de Nova York, foi namorado de Hurley no segundo semestre do ano passado. Ela é uma das principais celebridades britânicas: atuou no filme "Austin Powers", foi modelo e ex-noiva do galã Hugh Grant.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos