Assédio sexual preocupa estudantes nas universidades francesas

Da Redação
Em São Paulo

Os estudantes superiores na França estão preocupados com o assédio sexual por parte dos professores. Eles até fundaram uma associação contra o assédio.

Foram reunidas 176 assinaturas de estudantes e professores de ambos os sexos que apóiam a petição lançada sexta-feira contra o assédio sexual no ensino superior.

O texto diz que a maior parte dos casos de assédio nem chega a público. Existe uma lei francesa de 1992 que pune quem pratica esse tipo de abuso, mas ela raramente é aplicada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos