Elefante ancião mata tratador no Camboja

Da Redação
Em São Paulo

Um homem foi morto por um elefante vovô quando tentava alimentar o animal, informou um jornal do Camboja nesta segunda-feira.

Ta Horn, 65, estava ajudando a tomar conta do elefante Srei Pov, que tem 100 anos de idade, na semana passada, quando o ingrato paquiderme o atacou e o pisoteou.

Ele tentava alimentar o gigante com cana-de-açúcar, mas foi pisoteado sem perdão. O centenário bicho só parou quando o tratador estava morto.

Srei Pov, que vivia num acampamento militar perto de Phnom Penh, foi mandado ao zoológico nacional do Camboja depois do crime. Ele era reincidente: já havia ferido gravemente uma outra pessoa no mês anterior, disseram testemunhas.

Os elefantes asiáticos pesam até 3,5 toneladas quando adultos e podem viver mais de 130 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos