Suspeita de dengue pode alterar 'O Clone'

Da Redação
Em São Paulo

A suspeita de que o ator Stênio Garcia seja mais uma das vítimas da epidemia carioca de dengue obrigou a escritora Flória Perez a reescrever algumas cenas da novela global "O Clone", segundo a Central Globo de Comunicação.

Garcia ainda aguarda os resultados dos exames. Ele chegou a finalizar as cenas da semana passada. Mas a autora criou um plano B, suspendendo o personagem dele das cenas. Essa alternativa pode entrar em ação caso o ator não se recupere a tempo da próxima gravação, marcada para terça-feira.

Com relação a Ruth de Souza, que interpreta a Dona Mocinha, avó do clone (Murilo Benício), Glória Perez criou a personagem Lola. Para o papel foi escalada a atriz Léa Garcia, que vai viver a irmã de Mocinha. O argumento da assessoria da emissora é que a história precisava de alguém que soubesse toda a história de Léo (Murilo Benício), o que estava previsto para Ruth de Souza, por isso a estratégia usada foi criar a irmã dela. Caso Ruth se recupere, as duas personagens pudessem conviver e dividir as cenas até o final da trama.

Ruth de Souza, 74, está internada desde o último sábado no hospital Copa D'Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. A atriz começou a sofrer com pressão alta na última quinta-feira. De acordo com a assessoria do hospital, o quadro de saúde da paciente é estável. Apesar disso, ela deve continuar internada na Unidade Semi-intensiva possivelmente até essa quarta-feira para a realização de novos exames.

Já Garcia, que faz o muçulmano Ali, sentiu-se mal no final da semana passada durante as gravações. O ator foi medicado e está sendo acompanhado por médicos na casa dele, onde se recupera e aguarda os resultados dos exames.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos