Ursinho de pelúcia transmite infecções, diz pesquisa

Da Redação
Em São Paulo

Os aparentemente inocentes ursinhos de pelúcia devem ser proibidos nas salas de espera dos consultórios médicos porque podem transmitir doenças a crianças que já estão doentes, recomendaram especialistas em saúde pública da Nova Zelândia.

As descobertas, que foram publicadas na revista "British Journal of General Practice", demonstraram que 90% dos brinquedos de pelúcia tinham níveis de contaminação bacteriana variando de médio a alto.

Os pesquisadores também descobriram que é difícil esterilizar os ursinhos de pelúcia. Além disso, eles se contaminam rapidamente depois da limpeza. Os brinquedos feitos de material mais duro têm menos possibilidades de serem contaminados e são mais fáceis de desinfetar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos