Tyson é acusado por um estupro e suspeito de outro

Da Redação
Em São Paulo

A polícia de Los Angeles informou que vai pedir à promotoria até o fim desta semana que acuse formalmente o pugilista norte-americano Mike Tyson por violência sexual. Os policiais também estão investigando declarações de uma outra mulher que afirma ter sido estuprada na mansão do ex-campeão dos pesados em Las Vegas.

Jeff Carlson, chefe do departamento de violência sexual da polícia metropolitana de Las Vegas, disse que os detetives irão apresentar o caso contra Tyson à promotoria na sexta-feira.

Ele tem origem ne acusação de uma mulher não-identificada que disse ter sido estuprada por Tyson em setembro do ano passado.

Carlson afirmou que os detetives também começaram uma investigação sobre acusações de uma segunda mulher, de 20 anos, que Tyson teria estuprado em novembro de 2000, quando ela visitava Las Vegas.

O advogado de Mike Tyson, Darrow Soll, disse que seu cliente irá cooperar com as autoridades e malhou a polícia por divulgar o caso.

Na terça-feira, a Comissão Atlética de Nevada havia rejeitado a licença de Tyson, proibindo-o de lutar dentro do Estado, atrapalhando a luta marcada para o dia 6 de abril contra o atual campeão Lennox Lewis.

Os membros da entidade não questionaram Tyson sobre as acusações durante audiência de três horas da terça-feira, mas Carlson disse que a comissão entrou em contato com a polícia de Las Vegas para saber sobre a possibilidade de acusações formais.

Carlson disse que Tyson havia sido questionado por detetives sobre o incidente de setembro, mas não sobre o novo caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos