Maradona quer emprego público sem salário

Da Redação
Em São Paulo

O ex-astro do futebol argentino Diego Armando Maradona vai colaborar com o novo governo de seu país sem cobrar honorários e sem funções específicas. Ele vai trabalhar no setor de esporte, dando assistência às crianças, segundo afirmou o secretário de Turismo e Desportes, Daniel Scioli, em entrevista na Casa de Governo.

Depois de se reunir com o presidente Eduardo Duhalde, Scioli falou sobre a vontade de Maradona de colaborar de forma solidária, desinteressada, sem cargos, funções ou honorários. Ele disse que o ex-jogador "quer vestir a camiseta argentina neste momento de crise". A missão de Maradona será viajar pelo interior do país ajudando as crianças pobres a ter condições para jogar futebol.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos