Confidente do ator Rock Hudson morre aos 80

Da Redação
Em São Paulo

O ator americano George Nader, um dos galãs de Hollywood dos anos 50 que, junto com o amigo e confidente Rock Hudson ocultou durante anos o fato de ser gay, morreu de pneumonia, aos 80 anos de idade, na periferia de Los Angeles, informou seu porta-voz.

Nader, que trabalhou junto com Tony Curtis em "Six Bridges to Cross, 1955" e contracenou com atrizes como Maureen O'Hara, Hedy Lamarr e Paulette Goddard nos filmes "Lady Godiva" (1955), "The Female Animal" (1958) e "Sins of Jezebel" (1952), morreu segunda-feira na Casa de Campo da Cinematografia.

As cinzas de Nader serão espalhadas pelo mar numa cerimônia privada celebrada no mesmo iate que em 1985 transportou os restos mortais de Hudson.

"Nader era um dos homens mais amáveis e generosos que conheço", disse Tony Curtis depois de saber da morte.

Segundo Sara Davidson, biógrafa oficial de Hudson, ele e Nader se tornaram amigos durante seus primeiros anos em Hollywood quando os dois escondiam sua homossexualidade e se ajudavam mutuamente a manter uma imagem de galãs convencionais e durões.

Nader e seu companheiro Mark Miller, secretário de Hudson durante 13 anos, estavam entre as poucas pessoas que sabiam que Hudson estava com aids, afirmou Davidson na biografia "Rock Hudson: His Story", publicada em 1986.

Durante os anos 60, atuou em filmes baratos na Europa, incluindo uma série de thrillers de ação produzidos na Alemanha Ocidental nos quais encarnou o agente do FBI Jerry Cotton.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos