Mãe de siameses sacrifica fé para salvar um de seus filhos

Da Redação
Em São Paulo

Uma futura mãe de gêmeos siameses vai ter de sacrificar uma de suas crianças e sua fé católica para que seu outro filho sobreviva. É Tina May, mãe de Natasha and Courtney.

Ela sabe que, se eles não forem separados por uma operação um dia depois de nascerem, provavelmente vão acabar mortos em um ano. Mas a operação vai provocar a morte de uma das crianças, segundo o jornal inglês The Sun. Tudo porque eles têm apenas um coração e um fígado.

Caso eles passem por uma operação que pode durar 16 horas, Natasha tem chances de sobreviver. Mas o destino de Courtney está definido.

Tina, 23, grávida de seis meses, desabafou: "Que Deus de amor e de perdão iria me condenar?"

Os médicos já sugeriram a Tina que ela abortasse. Mas ela se negou, pois isso contraria seus princípios católicos. Ela disse a seu marido: "Poderíamos ter escolhido a possibilidade mais fácil e evitado essa dor no coração. Mas quando soubemos que existe uma chance para uma das nossas meninas, resolvemos nos agarrar a ela."

Tina decidiu que vai batizar seu primeiro filho, Damien, de nove meses, segundo o credo católico, juntamente com as gêmeas, pouco antes da operação. "Eu tenho muito orgulho de minha religião e ela é importante para mim, mas não vou deixar que ela fique entre eu e a felicidade de minha família", disse.

Tina planeja casar com seu noivo Dennis, 33, que é motorista de ônibus, depois que ela terminar o processo de divórcio de seu primeiro marido. Dennis, que tem as mesmas crenças de Tina, também é divorciado. A Igreja Católica proíbe o divórcio.

"Eu sei que, para as leis da igreja, cometi erros", diz Tina. "Mas a religião católica é feita de perdão."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos