Cientistas fabricam o filtro do amor de Shakespeare

Da Redação
Em São Paulo

Cientistas ingleses conseguiram fabricar o filtro do amor imaginado por William Shakespeare na peça "Sonho de uma noite de verão". O elixir a base de flores, denominado "poção de duende", aparece na obra e condena Titania, rainha das fadas, a se enamorar da primeira pessoa que vê.

A Sociedade Real de Química estudou o texto de Shakespeare e afirmou que o pensamento silvestre, flor conhecida como bem-estar do coração, é o componente básico deste elixir.

"Foi um projeto fascinante", declarou Charles Sell, diretor do Departamento de Química Orgânica de Quest International, empresa que fabricou o elixir.

"São encontradas muitas referencias a plantas e ervas nas obras de Shakespeare, que parece estar verdadeiramente muito bem informado sobre seus poderes, reais ou místicos, acrescentou.

Atualmente, a peça está sendo ensaiada pela Royal Shakespeare Company, na cidade natal do dramaturgo, Stratford upon Avon.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos