Preso nos EUA dono de crematório que escondia cadáveres

Da Redação
Em São Paulo

Um dono de um crematório nos Estados Unidos que escondeu mais de cem corpos em um bosque foi preso pela segunda vez, informaram autoridades nesta segunda-feira.

Ray Brent Marsh, dono do crematório Tri-State, responderá por 11 acusações, incluindo a de cobrar por cremações que nunca fez, disse o porta-voz das investigações no Estado da Georgia, John Bankhead.

Marsh, 28, foi preso no sábado em Noble, a 137 quilômetros ao noroeste de Atlanta, e disse que o incinerador do crematório não estava funcionando. Foi liberado no domingo depois de pagar fiança de US$ 25 mil.

Marsh foi preso novamente enquanto as autoridades intensificavam a busca por restos humanos.

O porta-voz disse que foram encontrados 118 cadáveres nos arredores do crematório, mas o número pode chegar a 300.

A polícia começou a investigar o crematório na sexta-feira, a partir de uma denúncia anônima.

O jornal Atlanta Journal-Constitution disse que, segundo autoridades, alguns cadáveres podem ser de pessoas que morreram há 20 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos