Will Smith diz que delírios são a causa de seu sucesso

Da Redação
Em São Paulo

Indicado ao Oscar de melhor ator por sua atuação como o lendário boxeador Muhammad Ali, Will Smith diz sofrer de delírios e que, graças a eles, conquistou reconhecimento em Hollywood.

"Essa qualidade me permite tentar coisas que parecem ser realmente más idéias", afirmou Smith a jornalistas na segunda-feira, antes da estréia de "Ali" na Austrália. "Hoje, dois anos mais tarde, estou aqui e fui indicado para um Oscar."

O ator contou que várias pessoas próximas a ele acharam que assumir o papel de Muhammad Ali, sob a direção do peso-pesado Michael Mann, seria um erro.

Indagado sobre suas chances de ganhar o Oscar de melhor ator, Will Smith respondeu, rindo: "Estou fazendo figas. Só queria que o Russell Crowe não tivesse feito um filme este ano".

Smith, de 33 anos e esbanjando boa forma, contou que passou um ano e meio se preparando para se tornar uma cópia de Muhammad Ali no auge de sua força física, mental e espiritual.

Ali é conhecido, entre outras coisas, por sua autoconfiança à toda prova e pela repetida e ousada afirmação de sua juventude, força e beleza.

Will Smith disse que atuar no filme o fez compreender o que significa ser grande. "A vida de Muhammad Ali era de proporção quase bíblica. Ele foi Davi enfrentando um Golias atrás de outro", explicou o ator.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos