Guinness estuda técnica para bebedor apressado

Da Redação
Em São Paulo

A cervejaria britânica Guinness estuda uma nova técnica que permita servir sua famosa cerveja em 30 segundos nos bares para satisfazar os bebedores apressados.

Uma porta-voz assegurou que a nova técnica não alterará em nada o sabor da Guinness de barril, que em princípio necessita de 1min50 para ser tirada convenientemente.

A companhia converteu esta lentidão em um argumento de venda, com um slogan no mercado britânico segundo o qual "o bom se faz esperar".

Mas a Guinness, propriedade do gigante britânico das bebidas Diageo, está preocupada com a desaceleração de suas vendas, que se reduziram 1% em todo o mundo e 4% em sua Irlanda natal.

"Temos que nos adaptar aos tempos que correm e a marca deve evoluir", disse a porta-voz.

"Se se vai a um bar muito concorrido depois das nove da noite, haverá uma faixa tapando a grife da Guinness porque se necessita mais tempo para servir esta cerveja do que outras bebidas", acrescentou.

A Guinness Express será dirigida somente a esses pubs muito frequentados e não pretende destronar a versão original, afirmou a porta-voz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos