Caixões tomam parte de protestos contra governo na Argentina

Da Redação
Em São Paulo

Uma nova modalidade de protesto surgiu nesta segunda-feira na Argentina, quando donos de funerárias de Córdoba levaram para a rua seus caixões, para exigir do governo o pagamento de uma dívida de 85 milhões de pesos (US$ 42 milhões).

A demonstração de descontentamento se somou aos panelaços e piquetes dos argentinos, criando um novo termo no abundante léxico de protesto: surgiu a palavra "cajonazo", derivada de caixão. Carros fúnebres também participaram do protesto.

"Estamos mortos, precisamos receber urgentemente", disse à imprensa o presidente da Associação de Funerárias, Benjamín Alvez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos