Polícia colombiana prende 'supermula'

Da Redação
Em São Paulo

Um guianense que já transportou em seu estômago mais de 50 quilos de cocaína em dezenas de viagens nos últimos 10 anos foi preso pela polícia secreta da Colômbia e extraditado para a Itália, informaram autoridades nesta terça-feira.

Nedd Brian, natural de Georgetown, capital da Guiana, bem que poderia ganhar o prêmio Guiness por ser a maior "mula" do mundo, depois de ter engolido centenas de pílulas repletas de cocaína.

"Mulas" é como são chamadas as pessoas que, arriscando suas vidas, transportam em seus estômagos drogas como cocaína e heroína para países como Estados Unidos, Itália e Espanha.

De acordo com as investigações das autoridades em diferentes países, Brian, de 43 anos, integrava uma rede de narcotráfico e era o encarregado de transportar a droga da Colômbia para a Itália, onde era comercializada nas ruas.

O guianense, procurado pela fiscalização italiana desde 1997, estava há oito anos na Colômbia e viajava a cada três meses com um quilo de cocaína no estômago.

A Colômbia é considerada a primeira produtora mundial de cocaína, com 580 toneladas por ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos