Russell Crowe roda baiana e 'vira gladiador' em cerimônia

Da Redação
Em São Paulo

O ator Russell Crowe teve uma explosão nos bastidores de uma premiação britânica e acabou deixando as testemunhas imaginando se ele estaria interpretando novamente seu papel no premiado filme "Gladiador".

Furioso porque seu discurso de agradecimento foi editado pela emissora BBC, no domingo, Crowe deu um empurrão e xingou o produtor do Prêmio de Cinema da Academia Britânica (Bafta), Malcolm Gerrie, em um hotel onde se realizava a festa, informou o Daily Variety na quarta-feira, em sua edição londrina.

Crowe, que saiu vencedor por "Uma Mente Brilhante", ficou chateado porque o poema de Patrick Kavanagh que ele recitou foi cortado da transmissão do Bafta, o Oscar britânico, disse o jornal.

De acordo com testemunhas, Crowe empurrou Gerrie contra a parede de um almoxarifado no hotel Grosvenor House de Londres, e gritou-lhe impropérios, enquanto os seguranças do ator observavam a cena.

"Quem na Terra teve a (...) audácia de tirar o poema do melhor ator?", gritou Crowe. "Pode deixar, que em Hollywood você nunca vai trabalhar."

Uma testemunha disse ao jornal: "Foi horrível. Crowe foi incrivelmente intimidador."

Crowe, 37, tinha acabado de ser agraciado com o prêmio Bafta por sua atuação como um matemático esquizofrênico em "Uma Mente Brilhante", papel pelo qual também foi indicado ao Oscar. O estúdio DreamWorks SKG fez um pedido de desculpas a Gerrie.

O corte foi realizado porque a cerimônia durou 30 minutos mais do que o previsto, e os editores tiveram que escolher entre o poema e o discurso de agradecimento de Warren Beaty. Gerrie não teve participação na edição da transmissão da BBC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos