Alunos mineiros atravessam rio a pé para chegar à escola

Da Redação
Em São Paulo

Os estudantes de Jacinto, no norte de Minas, estão enfrentando uma maratona para chegar à aulas nas cidades vizinhas, como Almenara, a 61 quilômetros. O motivo são as dificuldades de transportes. As duas pontes que dão acesso ao município caíram no mês de janeiro com as enchentes. E na semana passada a balsa que fazia a travessia do rio, parou de funcionar.

De segunda a sexta-feira cerca 50 estudantes têm que atravessar o Rio Jacinto a pé. O grupo tira os sapatos e dobra a barra das calças para chegar à outra margem. Em seguida, são transportados por um caminhão e viajam por 16 quilômetros em uma estrada de terra.

Ao final do percurso, já à noite, eles ainda precisam atravessar outro rio de canoa. O resto da viagem é feito de ônibus. A prefeitura de Jacinto informou que no último sábado recebeu a peça que faltava para consertar a balsa e que, dessa vez, a pane foi no motor.

Já a assessoria do Departamento Estradas de Rodagem (DER) informou que a ponte localizada no Córrego Enxadinha vai ser recuperada em 30 dias. A outra ponte que fica mais próxima à cidade de Jacinto não tem data para ser reconstruída.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos