Britânicos acreditam ser vizinhos do monte Everest

Da Redação
Em São Paulo

A Grã-Bretanha pode até ter tratado o mundo como sua própria casa em alguns momentos, mas os britânicos de hoje têm uma visão um tanto confusa de sua própria história e geografia.

Um em sete britânicos respondendo a uma pesquisa para lançar a versão 2002 da Enciclopédia Britânica disse que a montanha mais alta do mundo, o Monte Everest, ficava na Grã-Bretanha, em vez de no Nepal.

Mesmo quando o marco geográfico é mais próximo, os resultados não são melhores. Um em 20 entrevistados acredita que a Muralha de Adriano - construída pelos romanos em 122 d.C. para barrar a entrada dos pictos do que é atualmente a Escócia - foi erguida mais ao sul, a fim de manter os franceses longe.

"A Grã-Bretanha é um país cujas heranças e marcos são conhecidos ao redor do mundo", disse a gerente de marketing da Enciclopédia, Christine Hodgson. "Nossa falta de conhecimento desses tesouros nacionais realmente nos envergonha."

Stonehenge - o círculo de pedra neolítico em Wiltshire, no oeste de Londres, e um dos lugares mais conhecidos do país - também não passou incólume aos deslizes geográficos.

Uma em 20 pessoas respondeu que o marco foi construído na era dos dinossauros, enquanto uma em 10 disse que a rainha Vitória - que reinou na virada do século 20 - era a responsável pela obra.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos