Alemã mandada viva ao necrotério morre de frio

Da Redação
Em São Paulo

Uma idosa alemã foi enviada ao necrotério quando ainda estava viva e, aparentemente, morreu ali de frio, disseram promotores nesta quarta-feira.

Segundo eles, o médico que atestou a morte da idosa de 72 anos antes do envio ao necrotério está sendo investigado.

A mulher, cujo nome não foi revelado, sofreu uma queda no mês passado em um asilo e perdeu a consciência. A cor de sua pele fez o médico declarar sua morte e a enviar para a geladeira do necrotério.

Sete horas depois, quando os empregados do cemitério foram buscar o cadáver, perceberam que a mulher havia morrido pouco tempo antes, disse o procurador Ralph Meyer.

"Neste momento, não sabemos com segurança se a mulher morreu de frio no necrotério, mas parece provável e por isso estamos investigando o médico", disse Meyer, que lidera as investigações na cidade de Wuppertal.

O médico ainda não foi acusado formalmente e não deu declarações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos