Gloria Trevi quer morar com o filho em convento

Da Redação
Em São Paulo

A cantora mexicana Gloria Trevi, detida no Brasil à espera do julgamento de extradição, solicitou nesta quarta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a deixe cumprir, junto com o filho recém-nascido (foto), prisão domiciliar no convento da Congregação de Nossa Senhora do Monte Calvário, informou o advogado dela, Geraldo Magela.




Trevi, que deu à luz Angel Gabriel em 18 de fevereiro passado, continua internada no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) de Brasília, para onde foi transferida no final de dezembro, devido ao avançado estado de gestação. Ela estava detida no complexo penitenciário da Papuda.

A petição foi apresentada ao juiz Neri da Silveira, instrutor do caso.

Magela argumenta que, por não haver sobre sua cliente uma condenação firme e depois de ter permanecido dois anos detida, pode aguardar a decisão final sobre sua extradição no centro religioso que já aceitou recebê-la.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos