Sexólogo francês é suspeito de estuprar pacientes

Da Redação
Em São Paulo

O sexólogo francês Gilbert Tordjemann, autor de várias obras sobre sexualidade, está sendo acusado de estupros em Paris, segundo fontes relacionadas ao processo judicial.

O médico Tordjemann está sendo investigado, de acordo com a mesma fonte. O caso foi revelado no sábado pelo jornal Le Monde e teria sido aberto em função de queixas apresentadas por várias antigas pacientes. O Conselho de Medicina de Paris também vai participar do processo.

O médico não quis falar sobre o dossiê, afirmando apenas que a investigação vai permitir que ele fique livre de qualquer suspeita ou acusação.

Num texto escrito para o Le Monde em julho de 2001, o famoso sexólogo avaliava que a associação criada por uma de suas ex-pacientes deve ser a origem desta questão.

"Esta associação tenta classificar como 'estupros por toques' os exames ginecológicos feitos com um aparelho genital que obedece a um protocolo rigoroso, codificado, reconhecido e ensinado", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos