Preso, presidente do Napoli diz que não voltará a Nápoles

Da Redação
Em São Paulo

Giorgio Corbelli, presidente do Napoli, da segunda divisão do futebol italiano, detido na semana passada por associação com delinqüentes, disse que jamais voltará a pôr os pés em Nápoles, informou nesta quarta-feira a Gazzetta dello Sport.

Corbelli, entrevistado na prisão romana de Regina Coeli, declarou que jamais voltará a colocar os pés em Nápoles". O dirigente acrescentou que a capital do sul italiano "é uma cidade estranha, com suas próprias regras".

"Tenho 80% das ações do Napoli, mas vou vendê-las todas. As ações estão caindo na bolsa devido ao bloqueio judicial do clube e isso está me arruinando", disse Corbelli.

A prisão de Corbelli faz parte de uma investigação sobre a venda de várias cópias de obras de arte, apresentadas como originais por meio da "Telemarket" e "Telemarket 2", dois canais de televisão locais das quais é presidente e acionista majoritário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos