Finlândia propõe loteria mundial para combater pobreza

Da Redação
Em São Paulo

A presidente da Finlândia, Tarja Halonen, propôs nesta quinta-feira a realização de uma loteria mundial como forma de conseguir recursos adicionais para financiar a guerra contra a pobreza.

"Precisamos de imaginação, pensamentos novos e criatividade para obtermos fundos adicionais para financiar o desenvolvimento. Uma possibilidade poderia ser uma loteria mundial, algo que agora estamos examinando na Finlândia", disse Halonen durante a Conferência Internacional sobre o Financiamento para o Desenvolvimento, convocada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

O encontro, que acontece na cidade mexicana de Monterrey, conta com mais de 50 chefes de Estado dos cinco continentes e representantes de organizações financeiras multilaterais, com o propósito de obter US$ 750 bilhões em 15 anos para reduzir pela metade a pobreza mundial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos