Cinco usuários de Viagra ficam cegos

Da Redação
Em São Paulo

Cinco homens que tomavam Viagra (sildenafil), medicamento contra a impotência sexual, apresentaram perda permanente de visão, informaram pesquisadores.

Embora os casos não comprovem que o Viagra tenha provocado a perda de visão, as pessoas que apresentarem problemas para enxergar após tomar a droga devem consultar um oftalmologista o mais rápido possível, disse Howard D. Pomeranz, chefe da equipe da Universidade de Minnesota, em Minneapolis.

Representantes da Pfizer, empresa que tem sede em Nova York e que fabrica o medicamento, afirmaram que o Viagra é seguro. Para eles, o mais provável é que a ocorrência de problemas oculares entre os usuários do remédio seja uma coincidência.

Sabe-se que o Viagra afeta a visão de alguns pacientes e provoca uma alteração temporária. Com isso, a pessoa passa a enxergar os objetos na cor azul ou na cor verde. A bula da droga também lista uma série de outros possíveis efeitos colaterais como visão borrada, dor e hemorragia ocular, olhos secos e perda temporária de visão.

Em artigo publicado na revista Ophthalmology
O distúrbio ocorre quando há interrupção do suprimento de sangue para a porção anterior do nervo óptico. O problema pode provocar perda súbita de visão, geralmente permanente, embora seja possível haver recuperação nas primeiras semanas ou meses.

Quatro dos cinco pacientes apresentaram a perda de visão em um período que variou de alguns minutos a várias horas após tomar Viagra. O quinto homem havia ingerido o medicamento durante um ano e a perda de visão foi gradual.

Quatro pacientes não tinham hipertensão, diabete nem outro fator de risco para doença vascular que pudesse aumentar a probabilidade de ocorrência de Naion. Um dos doentes apresentava a mesma neuropatia no outro olho antes de começar a usar o remédio, fato que aumentou o risco para o distúrbio. O quinto paciente tinha diabete, doença arterial coronariana e era fumante, fatores que elevam a chance de desenvolver a enfermidade ocular.

Os cinco homens apresentavam um outro conhecido fator de risco para Naion -disco óptico com uma pequena "relação cúpula-disco". Os médicos usam essa relação para identificar o ponto em que o nervo óptico e o globo ocular se encontram.

Nas pessoas em que essa relação apresenta um valor baixo, os vasos sanguíneos e os nervos no fundo do olho estão muito unidos.

"O Viagra pode provocar perda de visão irreversível em determinadas pessoas suscetíveis", disse Pomeranz. Os pacientes que tomam o medicamento deveriam ir ao oftalmologista para verificar se têm essa razão cúpula-disco pequena -o que pode colocá-los sob risco de desenvolver Naion.

Segundo Pomeranz, quem usa Viagra e apresenta alterações visuais que não se resolvem em uma hora "deve consultar um oftalmologista o mais rápido possível." O pesquisador também aconselhou os usuários a informarem que tomam Viagra a todos os seus médicos, inclusive ao oculista.

Apesar dos registros, o remédio continua sendo uma droga segura, informou Geoff Cook, porta-voz da Pfizer.

"Não acreditamos que exista razão para preocupação", disse Cook. O porta-voz da empresa lembrou que o Viagra foi avaliado amplamente em estudos clínicos e que não houve um único exemplo de Naion em qualquer um desses trabalhos.

O representante da Pfizer lembrou que a disfunção erétil e a Naion são decorrentes de vários fatores de risco em comum, como hipertensão e diabete. "Há algumas superposições entre esses dois problemas", disse o especialista. Fazendo referência à ocorrência de Naion entre usuários de Viagra, Cook disse: "Acreditamos que seja uma coincidência, e não uma relação de causa e consequência."

Procurar um oftalmologista caso os sintomas que afetam a visão persistam mais de uma hora pode ser precipitado, afirmou um médico que trabalha para a Pfizer. Ao lembrar que os efeitos colaterais do Viagra, como a visão azulada, podem durar de alguns minutos a várias horas, Richard Siegel, coordenador da equipe da Pfizer que trabalha com o Viagra, recomendou que as pessoas pensem em procurar um médico se os problemas de visão não desaparecerem após três ou quatro horas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos