Marido de Celine Dion é processado por estupro

Da Redação
Em São Paulo

Uma mulher residente em Los Angeles está processando por estupro Rene Angelil, marido da cantora canadense Celine Dion, que a teria violentado em seu quarto de hotel Las Vegas (Estados Unidos) em março de 2000, foi divulgado oficialmente nesta quarta-feira.

Na ação, apresentada em um tribunal do Estado de Nevada, Yun Kyeong Sung Kwon afirma que após ter conhecido Angelil em um cassino no dia 19 de março de 2000, o marido de Dion a seguiu até seu quarto de hotel, onde a violentou por volta de 2h.

Kwon afirma que apesar de seus esforços para evitá-lo, Angelil entrou no elevador com ela e começou a tocá-la. Depois, o acusado teria invadido seu quarto, onde a estuprou "de um modo rápido, vicioso e violento".

A suposta vítima disse que após o ataque, Angelil lhe disse: "se minha mulher souber disso, eu te mato".

Angelil, de 60 anos, é empresário de Dion, de 33, desde o início de sua carreira, quando a cantora tinha 12 anos. Os dois se casaram em dezembro de 1994 e tiveram um filho, Rene-Charles Angelil, em janeiro de 2001.

Segundo as fontes, Kwon é "uma pastora da Igreja Mundial do Gospel" em Los Angeles e também processa o hotel e cassino Imperial Palace, onde supostamente ocorreu o crime.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos