Acusado de roubo, ator de 'Família Soprano' vai a julgamento

Da Redação
Em São Paulo

O ator Robert Iler, que interpreta o problemático filho de um mafioso no programa televisivo "Família Soprano", terá de comparecer a uma audiência em 6 de maio para responder a acusações de roubo, ordenou um juiz nesta segunda-feira.

Iler e dois outros garotos foram indiciados por roubo depois de terem levado US$ 40 de dois turistas em Manhattan, em 3 de julho do ano passado. O ator tinha 16 anos na época do crime, o que pode acarretar em uma sentença de até 15 anos de prisão.

Além de determinar o dia da audiência, a juíza Bonnie Wittner, da Suprema Corte de Manhattan, disse que pretende julgar Iler e Alban Selimaj separadamente do terceiro menino, Michael Cournede.

De acordo com a ação criminal impetrada em agosto passado, Iler foi acusado de ameaçar as vítimas, dizendo: "Passe o dinheiro. Vocês querem morrer?"

O ator ainda foi acusado de posse de maconha, o que resulta em uma multa de US$ 100, enquanto Cournede também foi acusado de portar um canivete.

Em um comunicado divulgado após o incidente, Iler disse que estava "terrivelmente envergonhado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos