Cálice de ouro de 4 mil anos é encontrado na Inglaterra

Da Redação
Em São Paulo

Um caça-tesouros amador que desenterrou um cálice de ouro de 4 mil anos quando vasculhava uma zona rural na Inglaterra pode receber uma boa grana pela raridade, informou nesta quinta-feira o English Heritage.

O cálice da Idade do Bronze - provavelmente um artefato usado em cerimoniais datando de 1.700 a.C. - foi encontrado com um simples detector de metais em um sítio arqueológico em uma fazenda no sudeste da Inglaterra.

A taça, encontrada pelo arqueólogo amador Cliff Bradshaw, foi feita com um dos mais antigos tipos de ouros já encontrados na Grã-Bretanha.

Possuindo uma base curva e largas alças, o cálice foi quebrado em uma parte por máquinas agrícolas que provavelmente o removeram de seu lugar original.

O objeto está sendo mantido no British Museum, em Londres, esperando uma ordem judicial que decidirá o seu status baseado no Ato de Tesouro de 1996.

Se a Justiça decidir que o cálice constitui um tesouro, o British Museum receberá a opção de comprar o objeto de Bradshaw, um eletricista aposentado de 69 anos.

Um jornal londrino especulou que o cálice deve valer ao menos 250 mil libras (US$ 360 mil).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos